sexta-feira, setembro 13, 2013

pode ser


 
 

 gravura em metal: rafael godoy



vem aqui e me abrace forte
pode até usar aquele perfume que te dei um dia
e me morder os lábios com força

pode contar as histórias que sei de cor
e cantar a música que um dia foi nossa
meus olhos vão brilhar como se fosse a primeira vez

diz que a lua nasceu hoje só pra nós dois
e que vai me cobrir quando esfriar de madrugada

se eu te der o meu amor intenso e quente como agora
talvez você fique aflito e saia
ou pode ser que goste
e ainda fique por algum tempo

não terei coragem de te dizer essas palavras
mas em algum lugar vão estar escondidas
sob o tapete nos lençóis
ou na poeira que sobe e sai pela janela

3 comentários:

Flávia disse...

palavras escondidas dilaceram, não?

muito belo poema.

beijo, moça!

Adriana Riess Karnal disse...

sds

Thor Shaitan disse...

Parabéns pela ua poesia. Tenho lido algumas delas.