sexta-feira, junho 13, 2008

Pra sempre

Um dia você acorda, o telefone tocando e vem a triste notícia:
- Cê está sabendo dele? Tá muito doente, vai operar, o negócio é grave!
Em um segundo, passam milhões de filmes em sua cabeça. Você se dá conta da efemeridade e da crueldade da vida. Vêm em sua cabeça lembranças intensas de sua vida com aquela pessoa. Não pode ser, logo ele! Porra! Porra!
Em minutos, neste instante entre o telefone tocar e você saber, a vida e a morte se dão a mão. Estão muito próximas. E você perdida ali no meio. E agora?
Começa a rodar feito aquela barata que , no flagrante, atordoada, não sabe o que fazer. Anda de um lado pra outro, acende um cigarro, tenta fumar, esquece; vai comer alguma coisa, deixa pela metade, quer falar com alguém, não consegue, quer sumir e fica ali totalmente presente.
E sem perceber as lágrimas escorrem soltas, fortes, incontidas. Um soluço do fundo da garganta, uma dor palpável, um sentimento de impotência.
Quer acreditar em alguma coisa, uma ligação com deus, uma crença, uma fé. E não consegue.
Pensa nele, como é importante e tão intenso em sua vida. Porra! Tantas coisas, tantas e tantas...
As lágrimas explodem mais uma vez. E mais uma vez. E mais uma vez. Acho que pra sempre.

5 comentários:

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

AI, ESSES TELEFONEMAS FORA DE HORA SÃO UM SUPLÍCIO. MAS VC ESTÁ BEM? ESPERO QUE SIM. JÁ, QUANTO A MIM, NÃO POSSO DIZER O MESMO. ESTOU PÉSSIMA HJ, ACORDEI ASSIM. POSTEI HJ SOBRE STARDUST, O MISTÉRIO DA ESTRELA E SOBRE A II PARTE DA DAMA E O UNICÓRNIO. VÁ LÁ E DEIXE O SEU COMENTÁRIO. SE AINDA NÃO PÔS COMENTÁRIO EM PARIS, EU TE AMO, APROVEITE A OCASIÃO.
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
não há ponto depois de www
BEIJOS, CADA VEZ GOSTO MAIS DE VCS
RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

SABE QUAL É O PROBLEMA DE PÔR A ANÁLISE DAS TAPEÇARIAS SEPARADA DOS POSTS DE CINEMA? NINGUÉM VAI LER. ESTANDO JUNTO COM OS POSTS, OU SE LÊ OU NÃO SE LÊ, COMO A PESSOA QUISER.
BEIJOS,
RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Atendendo ao seu pedido, tirei a análise da tapeçaria e só deixei o filme. No espaço que restou, pus fotos do filme. Vá la conferir.
Um beijo,
Renata Cordeiro

Rui Caetano disse...

Acreditámos sempre em alguma coisa.
Uma boa semana.

Cunhadão disse...

Tbm chorei dias, não dormi...mas aqui dentro algo me acalmou, ou se acalmou não sei. Tenho tanta certeza q isso vai ser bom pra ele (s), mas tbm acho uma pena ter q ser assim. Sabe aquela coisa qd vemos nossos filhos aprendendo pela dor e a gente não pode fazer nada pra mudar? É isso q sinto! Daqui de fora o q posso fazer é acreditar, rezar... É o que tenho feito e me parece ser o q tem feito diminuir a minha dor e impotência.