domingo, dezembro 06, 2015

ele disse que talvez voltasse aquela noite

ele deixou no sofá um papel de bombom
e uma taça vazia de vinho
ele deixou na casa o som dos passos que trouxe da rua
e a porta aberta do banheiro
ele deixou seu território marcado
e disse que talvez voltasse aquela noite
e me faria esquecer das sombras e dos abismos
que traria mais duas garrafas de vinho francês
ele disse que talvez voltasse aquela noite
com um livro de poemas que eu já tinha
ele não voltou aquela noite
mas um vento frio veio de algum lugar
e entrou sem timidez pela fresta de alguma janela

2 comentários:

Marcos Satoru Kawanami disse...

Imagens bem construídas, gostei.

=)

Adriana Godoy disse...

Valeu, beijos