sábado, maio 11, 2013

o que vou deixar para os meus filhos?




arte: ricardo ferrari

o que vou deixar para meus filhos?
há mães que deixam fotos organizadas em álbuns.
há mães que deixam uma conta na poupança para o futuro deles.
há mães que dão exemplo de uma vida serena e comportada.

o que vou deixar para os meus filhos?
algumas fotos coladas sem ordem , alguns cedês,
algumas histórias esquisitas, tristes ou engraçadas,
alguns livros que provavelmente não vão ler,
uma infância linda em um tempo de quintais,
alguma tristeza de não os ter amado como precisavam.

o que vou deixar para meus filhos?
um olhar que está nos olhos deles,
um jeito tímido de sorrir,
uma foto minha na parede,
e a certeza de que são a melhor coisa que deixei.  

(republicado)

6 comentários:

António Gallobar - Ensaios Poéticos disse...

Belíssimo, como sempre. Foi bom ler tão belo poema.

Marcos Satoru Kawanami disse...

Adriana,

Identifiquei-me com o que tu escreveste. Eu gostaria de escrever algo assim, mas como? Ainda não tive filhos. Te-los-ei? É a dúvida que tenho tido.

Feliz dia das mães!

BjóKawanami

Assis Freitas disse...

uma memória, talvez, quiçá


beijo

Tania regina Contreiras disse...


Deixar-se. Ir sem ter ido. A lembrança, na semente, da árvore.

Muito lúcido.

Beijos,

BAR DO BARDO disse...

uma herança

e tanto

Mauro Lúcio de Paula disse...

Adriana, não deixamos nada para os filhos, eles sim, deixam os rastros nos caminhos que trilhamos e esses que ficaram para sempre, pense assim, tá!
um abraço.