segunda-feira, maio 27, 2013

como é que a gente fica assim nesse intervalo entre a segunda e o resto dos dias? como que a gente ultrapassa esse abismo mortal que insiste em apertar o peito e deixa o coração batendo esquisito? tá bom, você pode ouvir a música certa e observar os gatos brincando com a sombra da persiana. você pode pensar em não ir ao trabalho e tomar cerveja durante o dia ou ver um filme tipo b e ler todos os textos que não leu durante a outra semana ou simplesmente tomar dois dormonids e dormir durante dois dias e meio. mas aí se lembra que a geladeira está vazia e que tem uma porrada de coisas pra fazer. que o telefone toca e estão te oferecendo uma viagem incrível e que ainda não viu o amigo que chegou de longe. você se lembra que a sua cabeça não é a mesma de quanto você podia fazer isso e ficar sem culpa. e inevitavelmente chega à conclusão de que você está velha e cansada e que a vida te venceu pelo menos nessa segunda-feira.
                                                                                (republicado)

2 comentários:

Marcos Satoru Kawanami disse...

Eu gosto do gosto da cerveja, mas o efeito dá mau-estar; por isso vou de Liber e Kronembier.

Assis Freitas disse...

enquanto a vida vence a luta continua,


beijo