terça-feira, dezembro 21, 2010

grande deus



Penso num poema que lia, quando era pequena, de Casimiro de Abreu e que a professora obrigava a decorar:

Eu me lembro! Eu me lembro! - Era pequeno
E brincava na praia; o mar bramia,
E, erguendo o dorso altivo, sacudia
A branca espuma para o céu sereno.

E eu disse a minha mãe nesse momento:
Que dura orquestra! Que furor insano!
Que pode haver maior que o oceano
Ou que seja mais forte do que o vento?

Minha mãe a sorrir, olhou pros céus
E respondeu: - Um ser que nós não vemos,
É maior do que o mar que nós tememos,
Mais forte que o tufão, meu filho, é Deus.


Então, talvez venha daí a minha associação do mar com deus. Ou o medo que tenho do mar é o mesmo que tinha de deus. E, até hoje, quando vejo o mar ou mergulho nele me vêm esses versos na memória e procuro pedir licença sempre para entrar em suas águas. Vejo o mar como um grande deus que guarda todos os segredos dos homens e do universo. E talvez seja a coisa que mais respeito, admiro e temo no mundo.

HOJE TEM UM POEMA MEU NO MARIA CLARA, É SÓ CLICAR AQUI.

11 comentários:

Vinícius Paes disse...

Ah, Adriana... o único deus que nos cerca é o mar, que castiga e acalma. Eu, também, sempre peço licença ao adentra-lo. O mar afora e purifica.
Linda postagem.

Beijos.

Fabio Rocha disse...

Belíssimo... Mar e água ligo muito com sentimento também.

Mirze Souza disse...

DRI!

Só mesmo sendo seu esse lirismo todo, e a sinceridade do cotidiano de todos nós.

Não deixa de ser uma espécie de deus, faz o que quer, de tsunami a marolinha que engole gente.

Quem não teme?

Beijos, poetisa-sonho!

Mirze

Assis Freitas disse...

Puxa eu também tinha muito medo do Deus que inventaram quando era criança, depois eu aprendi a inventar meu próprio Deus entre versos e silencios,


beijo

José Carlos Brandão disse...

Adriana, também associo o mar a Deus. A beleza, o mistério, o absolutamente desconhecido, como Deus. A origem da vida, desta vida humana - e vegetal, animal, mineral -, deve estar no mar. Quando se fala em mar da origem é nisso que pensamos. Nada mais lógico do que associar o mar a Deus. Tenho um verdadeiro fascínio pelo mar, desde que o vi pela primeira vez. E por Deus, esse mar.
Um beijo, Adriana.

BAR DO BARDO disse...

Temor e medo, dois sentimentos que me produz.

Felicidades!

guru martins disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
guru martins disse...

... e pelo teu temor respeito
e admiração as marolas dele
se arrastarão na areia
lamberão teus pés
e cobrirão teu corpo
de delicias salgadas
enquanto durar tua existência...
e se houver sol
este dourará teu corpo
que o tornará atrativo
aos olhares másculos
suscitando desfrute
que de certo será desfrutado
por alguns agraciados
sem que o mar se levante
em ondas revoltas de ciúme
da mulher que ele primeiro tocou...

(Pô! gostei muito dessa viagem
e por falar nisso "a bola e o vento" meu novo vídeo no balaio)

bj

Adriana Godoy disse...

Guardo com carinho suas impressões. Beijos a todos.

Talita Prates disse...

pra você:

contemplo o céu
com o corpo mergulhado no mar
e não há metafísica melhor.

: )

"Então acredito nele,
Então acredito nele a toda a hora,
E a minha vida é toda uma oração e uma missa..." [F. Pessoa]

doni seo disse...

obat kuat

pemutih badan

obat asam urat

obat pelangsing

obat hernia

obat diabetes

obat herbal

game pc

obat kuat semarang