quinta-feira, setembro 17, 2009

Constatação

É foda.Tem dia que a gente acorda e pensa: Que merda é essa? E não tem mais saída. O dia continua sendo uma merda. A noite, uma merda. E você dorme e pensa: amanhã vai ser melhor. Acorda e tá tudo uma merda de novo.

27 comentários:

Anônimo disse...

nem me fale em merda
que merda é isso.

nina rizzi

BAR DO BARDO disse...

Às vezes, todos nos sentimos na mesma: MERDA!

Mas amanhã será menos...

Beijo, Adriana Godoy!

Lara Amaral disse...

Aham... entendo...

sopro, vento, ventania disse...

surpreendente, sincera e claríssima Adriana. Ando (e penso dessa mesma forma) de vez em sempre.
Essa sua forma, sempre inesperada, de dizer de si (e de nós) me faz sua fã incondicional.
bjs.
Cynthia

Lou Vilela disse...

Pois é... tem dia que é uma m... ;)

Beijão

Marcos Satoru Kawanami disse...

"A vida é dura..., pra quem é mole!"
(José Barbosa de Oliveira, meu avô materno)


o velho era uma piada ambulante, vivia me sacaneando... rsrs

saudade

identifiquei-me

hoje, tive uma preguiça igual à tua.

Fred Matos disse...

entretanto...

eu pensei dizer que a merda é também necessária, afinal de contas tudo que ingerimos se transforma em merda e, sendo assim, pode-se inferir e metaforizar que toda merda é conseqüência de uma necessidade satisfeita...
acabei dizendo, merda.

rindo à beça
deixo um beijo

Talita Prates disse...

Constatação sapientíssima, Adriana.

Bjo.
Que vc tenha uma sexta menos de merda. E eu também...
:S

pianistaboxeador21 disse...

Pois é, mas esquenta não. Amanhã vai estar melhor.
Beijo

pianistaboxeador21 disse...

Pois é, mas esquenta não. Amanhã vai estar melhor.
Beijo

Hercília Fernandes disse...

Adriana,

você diz em poucas palavras o que muitos ocupam páginas e páginas e temem dizer: há dias mesmo em que a vida se apresenta uma escultura de M....

Admiro a sua coragem, minha cara poeta desbravadora.

Beijos :)
H.F.

Úrsula Avner disse...

Oi Adriana, desta vez você literal mente rasgou o verbo rsrs. Bj.

tania não desista disse...

pois é,adriana!...o que fazer!
me parece uma dor aguda...com certeza, passa.
perigosa...é a dor crônica...muda de mala e cuia, pra dentro de nós...e pra mandá-lá...embora...
haja anos de divã!
já deve estar tudo bem!
bjo
taniamariza

José Carlos Brandão disse...

Já lhe disse que a merda é da cor do ouro? Não consola, não, nem estou querendo nenhuma compensação: apenas um pouco de humor. O que dizemos às crianças? Assopra que passa. Um beijinho depois. Ainda não adiantou? É sempre um pouco de carinho.
Um beijinho, Adriana.

[ rod ] ® disse...

Putz... inevitável não ter dias assim.

A natureza humana é louco por uma merda só... rsrsrs

Bjs e cuida-se,













dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

tonhOliveira disse...

Hoje (ontem dia17),
fiz uma entrevista com uma
psicóloga...
que merda!
Tõ louco e tenho que me tratar.
Que merda!
Amanhã de manhã (hoje dia 18)
espero estar vivo...

Desculpe Adriana!

Beij♥←no...

Vinícius Paes disse...

Toda essa merda tem um nome: realidade. Programada, pragmática, virtual, tacto-al. A realidade é uma merda. Que merda é essa que eu tô dizendo? Ah, que tudo vá a merda, junto com a realidade.
Um porre deixa qualquer merda, um pouco mais agradável.

Beijo, Adriana.

Luciano Fraga disse...

Querida poeta, estou de volta, ainda um pouco lento, agradeço de coração sua atenção.Como dizia J. P. Sartre:"há muito que não sou mais distinto, se algum dia o fui, há muito que um turista agoniza em meu coração.Agora só aceito as pratarias de ser maciço; só gosto do que é..." mas ainda pode apostar numa boa amizade, é o que ainda pode salvar e lavar toda esta merda,lendo num certo dia num conto árabe, encontrei esta palavra encantada IAZUL-(tudo passa),beijo querida.

nina rizzi disse...

dri, fiquei a procurar pra te mandar e, achei. minha primeira tentaiva de prosa, escrita em doismilitreis... claro que tá uma merda.. rsrs, mas vai lá:

sim :s a merda do blogger não aceitou, te mando por mail.

beijo

Isabela Pizani disse...

Dias assim, fedem! rs

Beijão!

Adriana Godoy disse...

Oi, pessoal, essa merda toda que escrevi foi só um desabafo de um dia ruim. Já passou. Agradeço a solidariedade nessas horas de merda. Você são uns amores. Beijo.

Mirse Maria disse...

Oi Dri!

Pior sou eu que vivo nela, ou tendo crises por causa dela. Essa diverticulite duodenal é uma MERDA!

Voltei do hospital!

Espero não ter outra crise tão cedo!

Beijos

Mirse

Adriana Godoy disse...

Oi, Mirse...nossa! Que coisa mais chata, hein? Não vai ter outra crise não. Obrigada pela visita e boa recuperação. bj

Renata de Aragão Lopes disse...

(risos)

Todos passamos por dias assim!
O que faço?
Tento buscar,
dentro de mim,
essa tal paz que não me veio de fora...

É, de fato, uma merda! : )
Beijo!

Cunhadão disse...

KKKKKKKKKKKK, DIA DE MERDA É BOM!
A vida seria um saco se todos os dias o céu estivesse azul, o amor fosse lindo, os pássaros ficassem cantando alegremente na sua janela enquanto vc acorda com aquele café da manhã enfeitado por uma florzinha e um bilhetinho de eu te amo, volto logo, me espera....o fundo musical: qq coisa bem melosa e cinematografica.....ahgr, definitivamente isso sim seria uma merda: todos os dias, uma merda!

Aninha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Aninha disse...

A testura e o cheiro dos livros encanta. Vamos lá Dri fazer o seu ?
Dou uma mãozinha na Editora, tudo mais é com vc, que me faz ficar rodando a net desejando um livro seu nas mãos,
bjao.
Aninha