domingo, março 09, 2008

Momento

O barulho do feijão cozinhando na panela
O ruído das pessoas lá fora
O ônibus que passa
Parece que a vida é normal

2 comentários:

Anônimo disse...

Me deu muita paz esse poema. Me lembrei da casa de minha mãe. Bj

Cunhadão disse...

Tenho buscado estes momentos, tentando ver a normalidade nesse mundo louco: tem sido difícil, mas ainda prazeroso.
bj