segunda-feira, maio 06, 2013

quando vim ontem pela rua

                                                                   arte: rafael godoy

quando vim ontem pela rua vi um cachorro morto. fiquei olhando para ele imaginando como teria sido a sua vida de cachorro. então lembrei da minha vida e vi que não era muito diferente.me vi morta com a cabeça no passeio e o resto do corpo na rua. imaginei outro cachorro me cheirando com o focinho frio e o bafo quente. vi que ele saiu correndo, como quem corre do diabo.


(republicado)

6 comentários:

Marcos Satoru Kawanami disse...

i'm not dog no

Lara Amaral disse...

Foda, Dri, muito denso.

Beijo.

Assis Freitas disse...

eu lembrei de um conto do Dalton Trevisan - Uma vela para Dario,



beijo

Anônimo disse...

O dia azulava o sol...
Eu vinha em viagem
Sem horizonte a vista,
Tremia dos pés a cabeça,
espasmos no corpo de nervos
E dores no estômago
Formando cicatrizes.
Eu ria diante do cachorro morto,
O cachorro ria como se estivesse vivo,
Contorcido de uma doente saudade sem esperança...
Alinhavava o meu destino,
Me achava onde me perdia
E o dia se desfazia
Alaranjando o céu,
Avermelhando o horizonte...

gabriel arcanjo disse...

desculpa esqueci de acrescentar meu nome anonimo acima

BAR DO BARDO disse...

viagem...