terça-feira, abril 23, 2013

vem com aquele papo que todo político não presta com aquele discurso da globo que os eua são mais importantes que essa gente que passa  todo dia em sua rua às seis da matina pra pegar o ônibus e pegar a vida por mais um dia. eles dizem que os eua são mais importantes que todos países da américa latina e todos os países do mundo e podem insistir que o vencedor da eleição na venezuela  não é legítimo porque o candidato não é o que eles querem. os eua podem inventar uma guerra e destruir um país porque eles precisam do petróleo e matam e dizimam e torturam em nome da democracia. ensinam a guerra e vendem armas e vendem sua ideologia de terror e os culpados são dois jovens e todos os árabes muçulmanos latinos brancos amarelos negros vermelhos que ousem desafiá-los. você vem com esse papo que eles estão certos que a bomba que explode lá é mais importante que a fome na áfrica. que a o jeito que eles lidam com o resto do mundo é mais que justo. que eles não conseguem dormir mais sem pensar no inimigo que está á espreita e podem atacar a qualquer momento. que os eua são mais importantes que a noite que vem com estrelas que o vento que sopra em sua janela nessa manhã fria e clara de abril. você vem e eu queria que meu país fosse mais igual que em cada esquina tivesse mais livrarias e que todas as  pessoas pudessem ler e sentir a poesia que está escondida em cada beco em cada casa em cada ato de amor ou de solidão. que as pessoas pudessem tomar mais vinho mais uísque e pudessem fumar o seu cigarro sem grilhões. que as ruas tivessem mais teatros e cinemas e bares. que mainards jabores azevedos felicianos fossem espécies em extinção. que os poetas fossem ouvidos que houvesse mais bortolottos  kerouacs e leminsks.  que chico e os stones fossem eternos e que  essa música que toca pudesse trazer algum tipo de paz.

4 comentários:

Caroline Godtbil disse...

Se me permite, faço minhas as suas mais do que espetaculares, palavras! Cada uma delas, sem tirar nem por.
Beijos.

Tania regina Contreiras disse...

E que assim venha a ser um dia, amém!

Beijos,

Assis Freitas disse...

algum tipo de paz, sim precisamos



beijo

danilo disse...

além do amém
que se amem as pessoas
e que mais adrianas pulsem
nesses céus nublados:
algum tipo de paz
e não de pus
é o que sonhamos

abraços Dan