segunda-feira, abril 04, 2011

sai de mim

desenho/ rafael godoy

sai de mim coisa ruim
vai pra onde eu não te encontre mais
infeste outro corpo que não o meu
estou cansada
quem sabe outra goste
de seu mau agouro
invente outro mal
que esse já me basta
tire esses olhos de cão sem dono
e essa voz macia de minha pele
vai pra lá
onde o diabo consiga te carregar
porque eu não consigo mais

41 comentários:

Lara Amaral disse...

Um descarrego daqueles! Adoro seus "chega-pra-lá"!

Beijo.

Raíz disse...

DRI!

Como eu queria ser igual a você. Acho que nem no diabo sei dar um fora assim!

Bacanérrimo!

Beijos

Mirze

danilo disse...

adriana,
aqui estou eu de volta...ando fora de brasilia, fazendo uns frilances- e tô sem computador que preste-a esse n ão tem som e o teclado é um tecaosdo.
obrigado apelas suas visitas aos meus paoemas, pelos seus comentários,
fico feliz...
e que coincidencia- eu falo de amor, você fala de um amor desamaor- de seres que sugam e não se iantegram...
mauito bom...

e sua mãe, como vai?
grande abraçao
Danilo.

Úrsula Avner disse...

Oi Dri,

Todos nós carregamos a raiz do mal dentro de nós mas seja na realidade ou na poese ás vezes parece que o anjo das trevas quer nos dominar, mas é mesmo preciso dar um chega pra lá nele...
Despojado jeito de dar o fora no coisa ruim ou em algo parecido com ele...rs rs. Gostei do senso de humor e o desenho do Rafael, como sempre muito bem feito ! Bj.

Úrsula

Rafa disse...

Lara, valeu demais! Bj

Rafa disse...

Mirse, ainda bem que vc não é...hahahaha...beijo .

Adriana Godoy disse...

Esse negócio de usar o mesmo pc dá nisso!

O Rafa sou eu...

Adriana Godoy disse...

Danilo, como já disse, seus poemas sempre encantam pela forma, pelo conteúdo. Sou sua fã, vc sabe disso!

Mamãe continua internada. Não está no CTI, mas no quarto. Não há melhora significativa, mas a gente vai elaborando melhor a situação. Se é que isso seja possível. O sofrimento dela é grande e o nosso também.

Beijo.

Adriana Godoy disse...

Úrsula, obrigada pelo comentário. Às vezes é bom colocar o diabo pra fora...beijo

Luciano Fraga disse...

Querida poeta, aqui pra nós da Bahia e especialmente no Recôncavo, seria uma prece de descarrego, uma limpeza de corpo...Muitas vezes precisamos mesmo nos livrar de certas energias...minha amiga seguimos orando por sua mãe, abração.

Suzana Martins disse...

Sai pra lá!!!! rs...

Eu concordo com o Luciano, aqui na Bahia esse é um poema perfeito!!^^

Beijos

Henrique Pimenta disse...

Difícil saber onde encontra essa energia maculada de alvura. Eu, definitivamente, invejo.

E o Rafael é um parceirão.

Parabéns por ser quem é, você!

Felicidades, cara!

Adriana Godoy disse...

Luciano querido, entendo o que disse...brigada pela força. Beijo

Adriana Godoy disse...

Suzana, valeu! Bj

Adriana Godoy disse...

Pimenta, quando vc vem meu espaço fica mais iluminado!

O Rafa, quer dizer, eu, agradece!

Namaste

A.S. disse...

Um chega pra lá mais enérgico se essa espécie persistir nos seus intentos!!!


Beijos,
AL

Papagaio Mudo disse...

Vem daquela "e o diabo q te caregue" né?
pois vá!

Papagaio Mudo disse...

carregue*

Anônimo disse...

É, Dri, parece que foi pra minha mãe esse aí...sai pra lá coisa ruim... hoje de mnhã cantei pra minha ofegante menina, sem ar e sem fôlego, há quatro dias, aquela música do Chico: "dorme minha pequena, não vale a pena despertar..." taquei uma Nona do Beethoven num sonzinho maneiro que levei pra enfermaria 44 e de repente ela parou de respirar, foi-se o folego, o anseio, a ansia, e o desespero, o espírito que há quatro dias insistia em delirar sob a morfina, resistindo bravamente a se entregar... Estou órfã de pai e mãe, minha ingênua e adorável Maryzinha,a quem meu Billy heróico sempre quis proteger, lutou, lutou, mas...foi-se. Fico eu, fica Tatiana, sem eira nem beira, só uma saudade imensa e a continuidade da vida, e do dia-a-dia, e do amanhã, quem sabe?

Rafa disse...

Oi, Andrea, não sei o que dizer, só que entendo sua dor e sinto muito pela Tia Mary, por vc, pela Tati...os olhos azuis dela eram lindos demais e agora vão iluminar o outro lado. Força, prima, conte comigo pro que der e vier. O dia a dia é foda mesmo...mas a gente consegue carregar, né? Beijão

Rafa disse...

O Rafa sou eu de novo!

Adriana Karnal disse...

"sai desse corpo q não te pertence"...Adri, as vezes a coisa é dura...rs

Renata de Aragão Lopes disse...

Mau agouro nem pensar!

Beijo!

byTONHO disse...



Oh my GODoy!

Nada DEMOcrático este "coisa... ruim"!

:):

guru martins disse...

...cruscredo
mangalô
três vezes...

um bj e um passe

Vinícius Paes disse...

E te carrego pra sempre, meu mau agouro de palavras, minha poetisa imortal. Mais um grito beat, perfeito... são esses poemas que fazem de ti, minha poeta, viva, preferida. Ou morta? Você é um enigma, que eu ouso tentar desvendar.

beijos, Adriana.

Adriana Godoy disse...

Paes, assim fica foda não ficar convencida...valeu, cara...demais! beijo

Adriana Godoy disse...

Karnal, sai mesmo, vade retro...beijo

Adriana Godoy disse...

Papagaio, pois é...vem de tudo mesmo. Bj

Adriana Godoy disse...

AS, a gente tenta...bj

Adriana Godoy disse...

Renata, nem pensar! Bj

Adriana Godoy disse...

Tonho, OH My god...argh!! Beijão

Adriana Godoy disse...

Guru, cruz credo, ave maria! Beijo

Douglas Vieira disse...

Limpeza de corpo e alma.
Enxotar torna-se uma necessidade.
Quase sempre!

Forte abraço, minha querida!

Marcos Satoru Kawanami disse...

o diabo veste prada

Talita Prates disse...

adorei teu vade retro poético, Dri!

Um beijo grande,

Talita
História da minha alma

On The Rocks disse...

Pô, não vai dar pra ir a BH...

:(

Paciência, fica para a próxima.

Bj.

P.S.: Desembarco no Rio no próximo dia 28.

Hercília Fernandes disse...

Maravilhoso texto, Godoy.
Versos que arrepiam! Tamanhas as coerências...

Desculpe-me, minha amiga, a ausência de visitas, de palavras... andei (ando?) precisando de um (des)carrego... (rsrs).

Um beijo e uma feliz Páscoa a você e aos seus.

H.F.

Cy Lopes disse...

é preciso coragem pra escrever como você.
seu texto é intensamente lindo.
amei o poema; e o do blog maria clara tbm.
Beijos
Cynthia

Wilson Torres Nanini disse...

que sejam tecidas as rezas de espantar o cruel e o ferocínico que nos quer pastar até os avessos.

aulíssima de descarrego!

Abraços!

Anônimo disse...

buy alprazolam online xanax effects forum - buy alprazolam online prescription