terça-feira, março 30, 2010

esse é o dia

mulher/rafael godoy


esse é o dia que talvez corra perigo
de dar voltas sobre meu corpo e em volta da mesa
de não saber direito olhar a lua
de não achar o livro que me deu de aniversário

esse é o dia de cortar os cabelos e pintar as unhas
de não saber dizer não quando devia
de fingir acreditar em seus olhos
de olhar debaixo da cama e encontrar o pé sumido da sandália

esse é o dia de ler horóscopos rasos e tarôs
e pensar que tudo vai dar certo no fim do dia
de incendiar o corpo e gelar sorrisos
de dizer o que ontem seria mentira

43 comentários:

António Gallobar disse...

Olá amiga Adriana

Parabens mais um belissimo poema, adorei dando vós ao povo, quem muda Deus ajuda... Excelente

Beijinho

Mirse Maria disse...

DRI!

Esse é o dia, e há tantos iguais a esse.

Excelente, como sempre!

Beijos

Mirse

José Carlos Brandão disse...

Fiquei pensando...
Um dia na vida de todos nós.
As tarefas corriqueiras - como há poesia nessas tarefas corriqueiras. Só vemos o trabalho que dá, e dá, e dói, mas é preciso ver a poesia. Como é bom viver assim!
Um beijo, Adriana.

Adriana Godoy disse...

Galobbar, que bom que gostou. Feliz com sua presença. beijo.


Mirese, sempre carinhosa e expressiva sua presença. Beijo.


JC, é onde menos esperamos que encontramos a poesia. Obrigada e beijo.

Renata de Aragão Lopes disse...

Dri,

todas passamos
por dias assim...

Que delícia encontrar
o pé sumido da sandália! : )

Poema rico em miudezas,
acompanhado de uma ilustração
simplesmente BELÍSSIMO!

Parabéns por seus versos
e pelos traços de Rafael!

Um beijo, querida!

Renata de Aragão Lopes disse...

Ps: BELÍSSIMA!!!

Lara Amaral disse...

Lindo, Dri! De tocar fundo, de lembrar-nos das fantasias bobas e necessárias de mulher.

Amei!
E o desenho é belíssimo.

Beijo.

Anita Mendes disse...

acho que vc capitou o que acontece no dia de todas as mulheres!!!
ADOREI!

ps: a do horóscopo eu faço todo dia! kkkkkkkkk
beijos ,drika linda!

Lisa Alves disse...

tem dias que o ponteiro do relógio faz seu trajeto em velocidades inexistentes, sãos dias que faltam algo

profundo seu poema

beijos

Adriana Godoy disse...

Renata, obrigada por seu comentário tão minucioso.Adorei. Beijo.


Lara, o dia a dia é bobo mesmo, mas a gente encontra algumas coisas interessantes. valeu. beijo.


Anita, que saudade, valeram suas palvras. beijo.


Lisa, que bom que gostou. Beijo.

Sylvio de Alencar. disse...

Que dia...!

Abrçs.

Marcos Satoru Kawanami disse...

de dizer o que ontem seria mentira, eu gostei, é forte.

o Rafael desenha muito bem de mais da conto, sô! minha mulher disse agora do desenho: putaquelamerda!, que é uma expressão paulista tanto pra bom quanto pra ruim quanto pra fodeu quanto pra mó barato, bicho...

Marcelo Novaes disse...

Dri Godoy,



O que a Voz achou debaixo da cama já vale o dia de hoje.




;)







beijo.

Lou Vilela disse...

Existem dias e dias... e necessitamos de todos - ou quase todos. ;)

Muito bom!

Beijos


* Continuo me encantando com o trabalho do Rafa. Traços cheios de personalidade.

On The Rocks disse...

adriana,

como é bom fazer parte deste seu espaço tão maravilhoso, tão aconchegante!

você que é uma poeta de mão cheia e que emana luz por suas palavras que ora aconchega, ora atormenta e por ai vai!!!

é o que me parece ser o ofício do poeta.

sem mais. aliás, um beijo no queixo.

tarcísio buenas.

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Seja sempre o dia... se for para ousar fazer aquilo que de há muito já se não fazia... ;)

Silvana Nunes .'. disse...

Bom dia.
É o dia da faxina. Gostei do post.
Passando para dar uma olhada nas novidades.
Perdoe a minha ausência, mas estou sem computador e só vou poder comprar outro sei lá quando.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... passando para desejar um bom feriado.
Saudações Educacionais !

Batom e poesias disse...

Um dia de pequenos agrados e cuidados, um dia de se gostar.

É hoje o dia da alegria... Ou da mnetira?

Beijo Dri,e boa Páscoa!
Rossana

[ rod ] ® disse...

É o dia da verdade menos lúcida ou da mentira vomitada! é da renovação aos velhos e velhos dilemas... um bj especial moça.

Adriana Godoy disse...

Sylvio, Valeu a sua presença. Bj


Marcos, vc falou, vc disse. Agradeço pelo rafa. bj


Marcelo, obrigada. Comentário sutil. Beijo.


Lou, pode crer. Bj

Buenas, gosto muito quando vem até aqui. Beijo.

Francisco, uma honra sua visita. Bj


Sivana, volte mais, aprecio que tenha gostado. beijo.


Rossana, é o dia de tudo! Beijo.



Rod, obrigada por sua leitura atenta. Bj

Moacy Cirne disse...

Esse é o dia:
o dia que se quer tudo
e que se quer poesia.
Esse é o dia:

o dia do abraço e da magia.

Beta disse...

Dias assim são necessários!

Úrsula Avner disse...

Oi Adriana,

Belo jogo de palavras que formaram um expressivo e interessante poema. Bj e um ótimo feriado,

Úrsula

pianistaboxeador21 disse...

uM DIA DE ESPERANÇAS E DESESPERO. bRINCADEIRA... BOM COMO TUDO O QUE VC ESCREVE.

bEIJO E BOA PÁSCOA

Luciano Fraga disse...

Adriana,um poema abre tantas portas, mostra tantas perspectivas quanto um dia em nossas vidas,alguns então, devemos esquecer pra sempre, outros ainda estão por vir...Certeiro! Beijo.

Wania disse...

Dri querida

Esse é o dia...
Dia de se encontrar e encontrar-se!



Tava saudade, bom ouvir tua VOZ de novo!
Um Páscoa linda pra ti e os teus,
Bjsssssss


PS: igualmente belo o trabalho do teu filho!

Talita Prates disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Talita Prates disse...

Admiro DEMAIS quem tira poesia dos dias ordinários!

Lindo demais, Adriana... Parabéns.

Um bjo, e paz.

Talita
História da minha alma.

Adriana Karnal disse...

Adri Godoy,
Esse é um dos ais legais que lipor aqui..e olha q leio muit coisa boa acá...Feliz Páscoa pra ti!

Mauro Lúcio de Paula disse...

Adriana,
gosto de poesia que fala da nossa existência no cotidiano, poeta é um anjo que cuida do ordinário mais simples e Deus já preparou e cuidou do extraordinário da vida humana há muito tempo. Você faz poesia quando corta os cabelos e faz as unhas, ou simplesmente procura uma sandália debaixo da cama.
Parabéns, menina! Parabéns! (ah não desapareça, tá!)
Mauro

Cíntia Thomé, Jornalista, Poeta . disse...

Perfeito! Transborda sentimento. Esse dia são todos os meus, entrei e sai mas levo comigo muito de mim
Poesia que admiro! bj

Luciano disse...

Delícia te ler, Drica. Tua poesia me faz bem.
Bjs e abraço de arte.

guru martins disse...

...é isso aí!
finja um dia
dois três dez cem
que uma hora
você esquece
que tá fingindo
e isso vira comportamento...
e tudo melhora...

bj

Vinícius Paes disse...

Lindo dia, lindo poema, Adriana.
Parece-me tão familiar, tão próximo. O dia de acreditar no que ontem não havia e, provavelmente, amanhã, também, não haverá.

beijos.

Mai disse...

E ontem não aconteceu e o dia é hoje que amanhã esqueceremos. E vamos sendo em coisas miúdas.

bjo

tania não desista disse...

caramba ,adriana! simplicidade...sem compromissos...cumplicidade consigo mesma. tempo que sobra!
horóscopos,esmaltes...achados e perdidos. mentiras e verdades!
que lindo...esse dia!

ótimo retorno,adriana! mulher maravilhosa ,rafael!
bjos nos dois

taniamariza

Léo Santos disse...

Como é bom quando podemos dizer com certeza: Hoje é o dia! As vezes esperamos, esperamos e esperamos e esse dia não vem!

Um abraço!

Danilo de Abreu Lima disse...

esse é o dia da sua poesia, que brilha todo dia...
abraços, poeta..
danilodaniloabreulima

Thalita Souza disse...

Esse é o dia igual aos outros,mas tu poderás mudar esse quadro.Pois todo dia ,é um novo dia!
beijos.

A.S. disse...

Adriana, Belo Poema!

Mas chegará sempre o dia em que não poderemos adiar o inevitável!


BeijOOO
AL

Nilmar Barcelos disse...

Um dia caeiramente nítido?

Anônimo disse...

Encontrar o sumido é bom dimais!!!
E muito querendo, então...ôxiii.
Dri é sempre um prazer vir aqui.
Vc me cativou.bjoks.!!!

líria porto disse...

o dia sempre chega...
besos