quarta-feira, fevereiro 25, 2009

quando acordei



peguei a noite com as mãos
de manhã
meus olhos eram duas estrelas




Noite Estrelada/Van Gogh/1889

28 comentários:

BAR DO BARDO disse...

um epigrama e tanto(s).

belo diálogo com o nosso Van.

e dizem que carnaval não serve para nada...

fernando disse...

putz!

isso é
es
panto

que con
sola
insônias

que beleza!

evoé, adriana!

Guru Martins disse...

...voce
roubou
de mim
a poesia
que não fiz,
mas te perdôo...

bj

Barone disse...

De explodir a manhã Adriana.

Hercília Fernandes disse...

Lindo, Adriana. Amei!

Beijos,

H.F.

pianistaboxeador21 disse...

Maravilhosos, tanto o poema quanto o quadro. Vincent é demais. Vou enviar o livro, mas esquece esse negócio de pagamento.

Abração,

Daniel

Anita Mendes disse...

Drika,beleza pura em poucas palavras.Beijocas,
Anita.

JC disse...

Obrigado por teres aparecido no meu cantinho.
Quanto ao teu blog, gostei do que vi e do que li.
Este quadro de Van Gogh é lindo e o poema que escreveste também.
Por vezes a nossa noite é um grande emaranhado se sonhos e quando acordamos temos a nossa mente "clarinha", as nossas ideias e pensamentos completamente defenido e bem dfenidos.
Voltarei
Beijinhos

On The Rocks disse...

numa noite iluminada como essas...

muito bom.

bj

V.M.Paes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
V.M.Paes disse...

Muito bonito.

Luciano disse...

Lindo, direto e preciso.
Cheio de luz, feito estrela.

Anônimo disse...

Voltei depois de algum tempo e me iluminei. Lindos o poema e o quadro, um casamento perfeito. Beijo. R.B.

Compulsão Diária disse...

Concisão no limite do sublime
Adorei

Adriana disse...

tocar as estrelas com Van Gohg, que imagem!

Rafael Rodriguez disse...

que boniteza este seu canto.

bj.

fred disse...

Belíssimo: a tradução em versos da fantasia noturna de Van Gogh.
Beijos

Adriana disse...

Oi, pessoal, seus comentários estão mais iluminados do que a noite de Van Gogh. Obrigada, mesmo. Um beijo em cada um de vocês.

Marcia Barbieri disse...

Lindo!!!Meu computador abre com esse quadro.

beijos ternos e perdoe minha ausência, estou sem computador

Pedro S. Martins disse...

a noite costuma falar às palavras.

Tomaz disse...

" peguei a noite com as mãos
de manhã
meus olhos eram duas estrelas "

Lindo isso!
beijos.

Ca:mila disse...

completo

ParadoXos disse...

inspirador!!

Benny Franklin disse...

Oi, Drica!

Belo como as manhãsdemanhãsdemanhãs...

Bjs

Papagaio Mudo disse...

ave Adriana!

hoje eu

"acordei bemol
tudo estava sustenido
sol fazia
só não fazia sentido"

completou Lemisnki



>¨<

Thaís Nóbrega disse...

brilhantes?

J.R. Lima disse...

e a lua?
era um sorriso?

Marcelo Novaes disse...

Adriana,




Quando a poeta se "cosmifica" assim, tudo fica amplo.






Beijos,








Marcelo.